Cirurgia Torácica do Vale

Primeiras cirurgias robóticas são realizadas em Ribeirão Preto

Por meio do robô cirúrgico Da Vinci, equipe médica operou pacientes de 65 e 44 anos, com câncer de próstata localizado 

Na manhã desta quinta-feira, 27, Ribeirão Preto realizou as primeiras cirurgias robóticas, por meio do robô Da Vinci. Os procedimentos foram realizados no Hospital São Lucas, em dois homens com idades de 65 e 44 anos, ambos com câncer de próstata localizado, e envolveram uma equipe de 13 pessoas entre médicos, enfermagem e de apoio.

As cirurgias foram realizadas e coordenadas pelo urologista Tiago Borelli Bovo. O equipamento maximiza as taxas de cura, reduz o sangramento em até 80% e minimiza consideravelmente as sequelas como incontinência urinária e impotência sexual. Além de proporcionar a recuperação das funções vitais 40% mais rápido.

O médico explica que a cirurgia robótica é uma evolução do procedimento minimamente invasivo laparoscópica. E com isso, o cirurgião tem o campo de visão melhorado da área a ser tratada, além de contar com movimentos precisos dos braços do robô. O médico realiza o procedimento a partir de uma mesa de controle (console), onde controla os braços do robô. Todos os movimentos são guiados por imagens fornecidas pela câmera introduzida no corpo do paciente, que amplia em até dez vezes uma imagem que é em 3D. Outro cirurgião também fica ao lado do paciente para dar todo apoio necessário à equipe.

Pioneiro na introdução de novas tecnologias para tratamentos urológicos, em especial, a cirurgia robótica, Tiago ressalta que o Da Vinci inaugura uma era nova para Ribeirão Preto e para a região. “O hospital comprou essa ideia junto conosco e isso vai mudar o paradigma cirúrgico aqui dos nossos pacientes”, reforça o urologista, lembrando que a tecnologia consegue oferecer uma recuperação mais rápida, resultados de melhor cirurgia para o paciente com menos complicações no pós-operatório, entre outros fatores.

Considerando as primeiras cirurgias robóticas como um importante momento histórico para a região, o diretor presidente do Grupo São Lucas, Pedro Palocci, enfatizou que o Hospital São Lucas é o primeiro hospital particular do Estado de São Paulo a deter esta tecnologia. “Seus benefícios são muito mais importantes do que seu custo, pois estamos trazendo o que há de mais moderno no mundo, para que as pessoas de Ribeirão Preto e região possam se beneficiar dessa tecnologia”, aponta.

Pedro antecipou que irá colocar nas próximas semanas e meses, essa plataforma robótica cirúrgica a serviços de outras áreas, como gastrointestinal, ginecológica e torácica. “Com isso trazemos a possibilidade de novos tratamentos, de forma mais eficaz e principalmente sem a necessidade do paciente se deslocar para grandes centros, para serem tratados.”

Fonte: Revide

Data: 27/06/2019

Voltar